© 2019 Designer por Julio Vallim

  

logo_low_res.png

APOIO :

Entrevista - Nelson Junior

February 10, 2017

1-) Conte um pouco sobre seu início na música e na guitarra, Quais foram as principais dificuldades e desafios?

 

Bom, minha vida sempre foi voltada a artes, pois eu desenhava e adorava escrever, tendo uma paixão imensa por quadrinhos, e literatura do que me chegava as mãos, visto que não era comum da geração de meus pis ler, e muito menos incentivar leitura (não porque era proposital, mas porque eles não tinham esse mote já vindo de criação) e com isso eu me virava, mas como eu tive a sorte de desde pequeno ter acesso a revistas de quadrinhos, e na adolescência viver os anos 80 no auge das melhores publicações de gênios como Allan Moore e Frank Miller, sei que tive um bom Start que me enviou para o Desenho e seu estudo (tenho 3 diplomas técnicos), porem paralelo a tudo isso, há a música como ?Trila sonora de vida, desde ouvir Malcom Roberts e Secos e Molhados no Phillips Portátil de Minha Mãe (daqueles que tinham uma caixa só) até ser de uma geração que teve contato com os Saltimbancos de Chico Buarque, meu Vinyl favorito de criança, porem tudo foi crescendo... mais e mais música boa eu fui ouvindo... Quando o Kiss esteve no Brasil pela primeira vez, eu criança brincava com os amigos na rua com madeiras cortadas em forma de guitarra e bateria de lata Dublando... Mas um tempão depois dessa fase numa quermesse lá numa igrejinha perto de casa conheci um amigo enquanto pedíamos para tocar Sannath nessa quermesse, porque tinha um Disco lá, e só tocavam no máximo Changes, mas é obvio que nós sem noção queríamos outra coisa..., Era o Fernando Hipólide, que já tocava e tinha uma banda, e ele me convidou a ver um ensaio, e então tive o primeiro contato com “sentir” de verdade gente tocando ali, e então comecei a infernizar meu pai para ter no meu aniversário uma guitarra, e o Fernando me deu uns toques antes mesmo de eu ganhar minha guitarra (foi uma Fynch aos 13 anos de idade) , porém já nessa época, após minha guitarra estar em mãos, e já ouvindo muita banda de rock, usando o dinheirinho do “lanche” guardado para comprar discos e quadrinhos para ir tendo dia a dia minhas ferramenta de “cultura”, lendo uma revista “Metal”, dei de cara com uma matéria sobre Malmsteen... Foi simplesmente incrível, e na véspera um amigo, o Baterista do Fernando chamado Álvaro (apelido Banana) me levou a casa de um guitarrista jovem que tocava Van Halen, Malmsteen etc... Com quem vim a iniciar meus estudos. Eduardo Ardanuy... O resto é história...

 

2-)Em seus trabalhos autorais vemos claramente a referência de outros estilos musicais, Qual a importância para o guitarrista ter influências de outros elementos em sua música e não se prender apenas aos conteúdos de gêneros musicais mais comuns?

 

Chega um momento que a gente precisa crescer além de nosso mundinho e escolher se vamos ser instrumentistas ou Músicos de verdade, e nesse momento é como renascer na música, e recuperamos nosso ouvido de “leigo” pois paramos de só ouvir nosso ego de guitarrista e passamos a ouvir a música, e é o dia em que não importa se tocamos Metal, respeitamos qualquer estilo cuja intenção musical seja honesta e sincera... Aprendi muito trabalhando em estúdio, escrevendo pra revistas e sendo Side Man, mas foi como produtor que descobri que temos que ligar o “foda-se” para o instrumento enquanto “pica das galáxias” e nos focar na música, e isso me modificou... Uma guitarra pode criar um Riff devastador, mas em algum momento tem que haver um baixo e bateria à altura... É assim que eu me sinto e que penso

 

3-) Sobre equipamento, Como está seu set atual? (Guitarras, amps e pedais)

 

Tenho tudo da Zoom, e uso de verdade a marca, Tendo s vantagens de ter realmente a linha toda para escolher em que ocasião uso cada um, tenho dois Laneys TF200 que casam bem pelo tamanho e praticidade, Uso Ernie Ball O11 nas guitarras de 6 cordas e Ernie Ball 010 na de 7 (to ficando Velho) E tenho usado minhas Seizi, embora tenha ainda hoje minha Dreamer da época do Robert feita pelo Dário Gonçalves e Uma Godin que ganhei de presente de meu amigo Ricardo Garrido... 1 Violão de 12, um 6 aço e um 6 Nylon da Seizi, Cabos Tiaflex, e o corpo em que habito que é 90% do som que faço

 

4-) O que anda ouvindo e estudando? Quais suas influencias atuais?

 

Tenho ouvido muita coisa diferente, mas Devin Townsend é sem dúvida meu favorito, e o Albúm EpicLoud é um evento histórico no rock... Claro que ouço de tudo, mas de colocar de trilha sonora DA VIDAesse ai ganha...Recomendo...

 

5-)Em sua opinião, quais os fatores indispensáveis para se tornar um músico/guitarrista de qualidade?

 

Tocar, basta estudar, mas criar, aí a coisa muda de figura, porém além de ser criativo, ser humilde para trabalhar com os outros, ter liderança quando necessário, mas ter respeito seja como subalterno ou como um band leader, em outras palavras, como tudo na vida, o segredo é ser humano em esforço de melhorar, e não se achar melhor ser humano que os outros

 

6-) Possui acordo com empresas do ramo musical que viabilizam seus projetos?

 

As empresas do ramo dão as vezes uma força, mas creiam, não é 10% da história e é menos do que deviam, pois o investimento em mercado futuro nos últimos anos tem sido nulo... É um assunto complexo, mas que gostaria que todos procurassem em meus  Hangouts recentes

 

7-) Algum lançamento ou nova parceria que gostaria de ressaltar?

 

O álbum Virtual Universolo que terá sua distribuição virtual via Croswdfunding através de um Grupo fechado no Facebook, cuja maneira de distribuição pode ser um modelo para remuneração de todos se der certo...

 

8-)O que pensa da relação tão próxima que hoje vivemos entre a internet e o meio profissional da música? Para você como deve ser o melhor posicionamento do músico profissional em relação a essas ferramentas de trabalho?

 

Devemos usar a internet, porque quem nos “usa” é ela atualmente, afinal principalmente os jovens acham que o mundo de ilusão da internet basta para terem êxito na vida... internet é divulgação, trabalho é no mundo re4al, e por isso a “desvirtualização” das relações humanas e profissionais principalmente se fz necessário, para não vermos gente vivendo de ilusão sem realizar nada... Like é remuneração de maluco... view fraudado  não leva gente em show... A coisa é complexa, mas ando militando na internet por essa percepção... A percepção de que ela é um meio e não um fim...

 

9-) Qual a importância do músico frente aos problemas sociais que nosso país enfrenta?

 

Às vezes eu acho que tem gente demais falando de política e problemas sem se aprofundar no assunto, por isso todo artista deveria por ser formador de opinião em potencial estudar, çer, se informar, e entõ, pensar mil vezes para não falar bobagem e influenciar negativamente seus fãs... O melhor que um ser humano faz é tentar ser um exemplo em seus comportamentos, pregando da boca para fora somente o que já pratica da boca para dentro...Jamais se isentar, pois isentos são os que nõ tem caráter, mas pensar bem antes de meter os pés pelas mãos e acabar fazendo papel de palhaço, mesmo se isto traga notoriedade inicial, é como rastro de pólvora... Faz um clarão, mas some e deixa mal cheiro... Tenho um viés de Direita em meu pensamento, e m,anifesto abertamente, mas não faço por modismo, e sim por conhecimento, e não defendo político “mito” visto que o verdadeiro “miyo” ou melhor lenda, é achar 1 que não seja pilantra

Um exemplo: “Diógenes de Sinope foi exilado de sua cidade natal e se mudou para Atenas,. Tornou-se um  mendigo que habitava as ruas de Atenas, fazendo da pobreza extrema uma virtude; diz-se que teria vivido num grande barril, no lugar de uma casa, e perambulava pelas ruas carregando uma lamparina, durante o dia, alegando estar procurando por um homem honesto. Por acreditar que a virtude era melhor revelada na ação e não na teoria, sua vida consistiu duma campanha incansável para desbancar as instituições e valores sociais do que ele via como uma sociedade corrupta.”

 

10-) Agradecemos sua presença no GUITARFLIX, e para finalizar gostaríamos que deixasse uma mensagem para seus fãs e seguidores do blog! Muito Obrigado!

 

SEREI POLÊMICO E COPIAREI UM TEXTO QUE ACHO FUNDAMENTAL E COMPARTILHEI COM AS POESSOAS QUE SEGUEM MINHA Fã Page

Pergunte-se em geral porque você esta nas redes sociais? Esta para ter contato com pessoas variadas que lhe podem ser próximas ou não, e também em muitos casos para divulgar projetos em âmbito profissional e também em campo pessoal e até religioso, porém as redes sociais tecnicamente têm alguns entraves nisso, que são propositis para que eles tenham lucro, que é por exemplo o logarítico do site permitir somente que 4$ dos contatos em média veja suas publicações, e é por isso que quando você publica algo nem todo mundo vê... Eles querem que você use o rercurso IMPULSIONE das páginas para cobrar de você... Isso vale para tudo inclusive youtube, e com isso eles manipulam seus contatos, e obrigam somente a quem os paga divulgar com êxito seu trabalho, ideias e até mesmo sentimentos entre seus meios virtuais...

Criaram o Add Sense no youtube e google para jogar a isca, mas pagam cents de dólar a quem participa da monetização, para com isso manter um monopólio de quem ganha nos meios virtuais e quem não ganha... E o Face vai em breve ter uma ferramenta que terceirizará para dizer o que é mentira e o que é verdade, só que a empresa que administrará isso está intimamente ligada a fraudes e mentiras virtuais, pois pertence a George Soros, então espere para em breve ver sumir opiniões e pensamentos aqui postados no face e inclusive se eu copiasse sem mudar o inicio deste texto ele sumiria considerado como spam, e se eu o colocasse como status, poucos leriam por preguiça, embora eu vá colocar sim ele em meu status e não somente nas respostas deste post, para que vocês possam colar e espalhar, e mesmo por em prática o que farei e lhes sugerirei...

As 3 coisas que pretendo fazer e convidar todos que de acordo com seus interesses sigam o exemplo são as seguintes:

1) Como o Face manipula toda visualização de sua rime line, vá na lista de páginas que curtiu e nos amigos que deseja receber sempre notificações por ser fã ou próximo e marque que quer ver primeiro no Feed de notícias ou no caso de amigos que são seus melhores amigos, e assim a cada publicação, as pessoas nada perdem e ao publicar ou acompanhar, o Algoritmo do Site não trapaceia, e no caso do youtube, além de se inscrever nos canais, tem que clicar no “sino” para ele enviar notificações do que lhes interessa, e aconselho firmemente que também verifiquem as páginas em que estão inscritos, pois muitas pessoas nos adicionam sem conhecer nada, mas pra transformar por volume de “amigos” seus perfis em Fan Pages, e fraudar uma notoriedade que não possuem, pois após a aproximação do número máximo de amigos, o Face oferece essa possibilidade de migração... É um golpe de fraudar notoriedade... Eu ao perceber um golpe desses (você percebe ao se ver na lista de páginas que curtiu com uma página que você não tem ideia de como lá esta) eu “descurto” na hora, por de certa forma se sentir lesado, ou melhor, ludibriado... Se atingirem o máximo de suas inscrições, e quiserem migrar para fan page o façam, mas tomei uma decisão... Sempre estarei filtrando melhor quem eu adiciono ou mantenho, pois como existe a opção de ter seguidores no perfil, nem sempre adicionar pessoas é opção, e sempre darei ênfase aos amigos, admiradores e Fãs, deixando mais de lado quem nada aparenta ter haver... Se não brimos nossa porta a qualquer um, esse costume de abrir nossos perfis a qualquer um, mesmo que se em meio profissional, acaba sendo um tiro no pé, pois a opção seguir é um exzcelente mecanismo para ver se a pessoa realmente contribui positivamente ou não com sua vida pessoal ou profissional nos meios virtuais... Mantenho 4 fan pages a quem quiser também curtir e seguir, com os nomes Música & Ação, Projeto 7, e Nelson Junior, além de uma página de Teologia Umbandista e de informações de conhecimento Mágistico (até onde é lícito divulgando a obra de Rubens Saraceni) chamada Cavaleiros da Umbanda & Magia cuja intenção é esclarecer sobre a Umbanda, já que além de Umbandista tenho formação sacerdotal em minha religião, mas sendo eu seguido por amigos e irmãos de mais variadas vertentes, a esta dedico aos que de alguma forma simpatizam ou tem o mesmo viés espiritualista que eu em minha crença e fé, respeitando com isso aqueles que não a sigam e curtam, pois entre muitos dos que me tem apreço, há evangélicos, católicos budistas, etc... Que tem o direito de seguires suas crenças, e respeitarem a minha em sua integralidade, bem como assim procedo com eles, que como irmãos também AMO...
2) Passarei a focar em um projeto de conscientização de “DESVIRTUALIZAÇÃO” de meus contatos, e explicarei isto... A internet esta se tornando uma “segunda vida” e isso que aparentemente “facilita” coisas, na sua verdade, as esfria, pois as pessoas passam a não aprenderem e nem interagirem com pessoas verdadeiramente, e estamos criando uma geração de preguiçosos intelectuais que preferem “ensinar” antes de aprender, e com isso, numa democratização estranha, a internet deu voz aos idiotas com a mesma intensidade que a deu aos justos e conhecedores de assuntos de interesse, mas em proporção, os que nada sabem fazem mais barulho, mais alarde e mais estrago, e não existe nada mais chique que uma ligação, e nem nada mais moderno que uma visita pessoal, e com isso, embora eu mantenha meus cursos virtuais, pois eles tem além do caráter profissional, uma aproximação de pessoas do mundo inteiro até, de meu trabalho, promoverei com toda intensidade workshops, palestras, clínicas máster class e cursos, não so em minha cidade, mas em outras, bem como outros estados, abaixando meus custos de cobrar por esses serviços, para de forma ideológica estar em aproximação de pessoas, ensinando música e promovendo a verdadeira reforma de mercado necessária em minha área, e tentando frear o avanço do “desvario” do mercado profissional da música se acabar (que esta acontecendo e que previ há 5 ou 6 nos trás), assunto este que falo em meus últimos hangouts, e que de certa forma resumi em meu Hangout “Vamos Falar sério?” feito de madrugada de sexta para sábado, mas essas informações vão além, porque a virtualização permite fraudes como acontecem com os ataques haters que ´pr vezes conseguem negativar vídeos e encher o inbox de mensagens de perfis fake, porque todo hater por principio é um desocupado e ele sempre atacará com pedras os que de alguma forma demonstrarem competência, e como Ayn Rand dizia, nesse mundo cuja inverção de valores vem se acentuando há muito, pessoas são atacadas por suas virtudes... Já tive vídeos negativados antes de seu processamento acabar, exatamente mostrando que nem ver o vídeo quem deu o dislike viu... Sair do virtual é preciso, pois essa “ilusão” da internet é meio de divulgação e contato, e não finalidade de vida, ou o mercado continuará a se espremer, pois lojas fecharão perdendo para compras virtuais, e muitas áreas se extinguirão, entre elas a da música, que se não vende Cds, também esta tendo cada dia menos locais de apresentação, bem como cada vez menos gente querendo prestigiar trabalhos autorais, daí o mercado estar secando... E tem os criadores de ilusão, que nunca trabalharam com música, mas para emoldurarem seu ego, trazem para si seguidores pela lábia, mas não pelo conhecimento...
3) Tenho meus projetos que divulgo agora, como o álbum virtual TEMPESTADE, que não atingiu ainda nem 10% da primeira meta... Ele se divide em 4 metas de “imagens de CD” que serão compartilhadas com quem contribuir com 10 reais apenas, e com isso será um lançamento de CD quádruplo... Porém o meio será revolucionário, pois essas imagens de CD serão dispostas em um grupo de facebook onde somente os participantes que doarem esses 10 reais terão acesso, e nele serão publicadas antes do período das demos (como já estão sendo publicadas) informações, trabalhos em gravações “demo” nunca antes lançadas, backing tracks, vídeo aulas, e as pessoas colaboradoras desse trabalho através desse grupo terão muito mais atenção, conteúdo e proximidade de mim e minha obra do que quem simplesmente assiste mas não se digna nem a dar like ou compartilhar um vídeo para que ele viralize, ou seja, quem der simplesmente 10 Reais e colaborar com o projeto, entrará num grupo tendo acesso a incontáveis extras, inclusive vídeo aulas, vantagens e brindes, e ao objetivo primordial, que é uma imagem de CD de um trabalho meu para download exclusivo no grupo, a cada 1000 pessoas que contribuírem com o trabalho, até que o álbum tenha atingido os 4 CDs, ou seja, 4000 pessoas nesse grupo, e a partir daí, ele continuará com publicações exclusivas e extras, e se der certo pode oferecer um novo formato de comercialização, pois para que cada etapa seja atingida, quem esta no grupo tem que de certa forma vestir a camisa comigo e ajudar a vender a ideia desse crowdfunding que aproximará cada um de tudo que faço e já fiz nesses 32 anos de guitarra... Se quiser participe, mas também me ajude a trazer mais pessoas para esta ideia... já tem várias postagens de demos e inéditas lá no grupo, mas em volume de pessoas estamos longe da fase 1 que são os primeiros 1000 colaboradores... E é algo tão simples não é? Mas a isto é a quem gosta de minha música, e é fã de meu trabalho... Em meu canal do youtube se notarem, tenho me focado em lives, exatamente pelo filtro do J}oyo e do Trigo, pois quem é preguiçoso de ouvir uma live, não precisa do que tenho a ensinar sonre o mercado, mas eu continuarei a postar coisas no canal, como improvisações, porém montarei um novo progrma assim que tiver tempo chamado “nelson junior dá o Tom” (que sei que algum Hater vai falar “nelson junior dá o Toba” então já antecipo a piada com bom humor, já que quem fala demais nisso, ou que fica falando que os outros são isso ou aquilo, em geral nutrem os desejos de “levar no toba”... rsrsrsrsrsrs... Mas como qualquer coisa que eu faça sempre tem ação negativa, até mesmo dislikes num vídeo em que pedi que as pessoas praticassem o bem, , nem ligo ou penso em trocar o nome... Esse programa não será só sobre guitarra mas sim sobre todo mercado nacional, e se procurarem no meu canal, já há a abertura do programa ali postada... No campo das postagens técnicas de música tenho mais de 500 vídeos em meu canal postados, de assuntos que não são “datados” e por isso pensem o seguinte, daqui para frente focarei em compartilhar o “mel” nos grupos como o tempestade, em que um fã deposita um mínimo que proporcionalmente é menos do que um lanche com guaraná e de forma vitalícia nele estará, em apoio ao meu trabalho até que se cumpram as 4 metas... E isto pode ser um mio de interagir de perto com quem realmente assim procede Inevitavelmente a “turminha” compartilha e pirateia, mas por isso as metas asseguram uma remuneração mínima antes desse acontecimento... O material ideológico de minha militância pelos músicos continuarei postando nas fan pages e nos grupos, e alimentarei sempre meu perfil pessoal e a página Cavaleiros da Umbanda & Magia com textos de ética espiritualidade e vídeos, para divulgação gratuita e irrestrita aos que tem boa vontade e compactuam com ideias... Meus cursos virtuais continuarão a disposição no campo da música e farei descontos aos que necessitarem estudar para incentivar a formação de mercado futuro e manutenção de interesse de estudo real... Quem desejar contribuir com o Tempestade, me chame inbox, ou envie um e-mail para nelsonjuniorguitar@hotmail.com com o assunto INFORMAÇÕES SOBRE TEMPESTADE, e se quiser saber sobre as músicas que farão parte do álbum quádruplo virtual, procure no youtube por exemplo “Canção do Adeus”, “A Multidão e o Zé Ninguém”, “Filho de Ogum”, “Tempestade” e terá um vislumbre do que é este trabalho, e saberá se quer adquiri-lo ou não... Não pararei de fazer mais e mais ações, mas uma delas é a de buscar um meio consciente de remuneração do trabalho de músico e rejuvenescimento de um mercado hoje moribundo e senil... Copie e cole essa mensagem, me ajude e divulgue, e acima de tudo sinta meu abraço e vibração de agradecimento por aqui ter dito e declarado sua amizade, irmanação e consideração... 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Aluno do Mês - Geovane Barbosa

December 31, 2017

1/10
Please reload

Posts Recentes